quarta-feira, 17 de julho de 2013

Comendo a ração que vende - parte 09: caminha de cachorro em pallet



A terceira postagem mais popular daqui do blog é sobre reaproveitamento de pallets e bobinas de cabo da série A casa sustentável é mais barata, A casa sustentável é mais barata - parte 07 (pallets e bobinas).

Eu mesma já tinha feito muita coisa aqui em casa em caixotes de feira, que são na mesma madeira do pallet, e tenho também 3 mesas em bobina de cabo. Mas ainda não tinha um pallet especificamente.

Pallets são bases em madeira que servem de suporte para mini-contêineres ou quaisquer caixas lacradas. Essa base é necessária para que os dentes de uma empilhadeira possam levantar a carga em questão, como uma pá.

Há algumas semanas, lendo no Mãe de Cachorro sobre cuidados com cães no inverno, notei que a caminha dos meus cães não estava adequada, já que não fornecia o isolamento térmico necessário. Olímpia já vinha espirrando e eu procurava uma solução que não fossem as caminhas vendidas em pet shop. Não que eu não recomende uma caminha de pet shop, mas as minhas 3 cadelinhas já haviam comido uma meia dúzia de caminhas e eu sabia que a caminha, apesar de bonita, não isola o cão do frio apropriadamente. E normalmente a base da caminha é curiosamente a parte menos estofada.

Caminha para cães precisam de isolamento térmico que isole o animal do piso, como uma outra base. Então os pallets me vieram à cabeça imediatamente. Por serem 3 cães, eu não poderia fazer 3 caminhas, elas gostam de dormir juntas e ao pé da minha cama, meu quarto ficaria um caos com 3 caminhas casulo e ainda corria o risco de uma delas sair da casinha individual para dormir na porta da casinha da outra.
Assim que encontrei na rua um pallet de tamanho médio em bom estado, entrei num taxi e levei correndo para casa. Geralmente encontram-se pallets em lugares como transportadoras de cargas, cais do porto e obras de grande porte, o que foi o meu caso.

O pallet, como eu previ, foi a solução ideal: isola o cão do piso, é reciclado, em madeira leve, pode ser pintado e forrado de tecido, ocupa um único espaço e permite que durmam juntas.





Pipa observa, Margarida fareja e Olímpia se aboleta logo:




A transferência de parte dos tapetinhos funcionou e elas se adaptaram bem. Depois, foi só trazer o resto dos tapetes, como aparece na primeira foto da postagem e todas dormimos bem!




Antes, Olímpia quieta e enrolada em seu lençol e as duas mais levadas, que não param dentro do lençol, direto nos tapetinhos, ao lado da minha estante de caixote de feira - outro achado.



Margarida, cão de guarda, atenta à tv e a qualquer barulho do vizinho.

















Momento chamego















Pallet pintado, dá trabalho, mas fica mais bonito e a madeira aguenta mais. Se tiver cães que gostam de cavar, prepare-se para ficar tudo arranhado, como o da área de serviço daqui de casa na primeira foto no alto da postagem.






Mais informação:
Microchipei meus cães
Castre seu cão: 1 único casal gera 80.000.000 de filhotes em 1 década 
Comendo a ração que vende (ou a mudança de uma blogueira sustentável) - parte 01: mesinha de cabeceira em caixote de feira
Comendo a ração que vende - parte 02: as bobinas do Camarão
Comendo a ração que vende - parte 03: estante de livros em caixotes de feira
Comendo a ração que vende - parte 07: mesinha de cabeceira em bobina de cabo

4 comentários:

Mariana MT disse...

Sua Olímpia é a cara do meu Fumaça! Adorei sua ideia, mas meus pallets são do tipo furado, não servem. Os meus dormem fora e esse é um dos motivos para eu odiar muito o inverno. A gente coloca umas madeiras e os cobertores por cima. Ainda assim fico encanada. E apesar disso não são raras as vezes em que pego os mais peludos deitados no chão ao relento, mesmo com a temperatura baixíssima. Invejo muito essa resistência que eles têm!!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Que bom te ver por aqui, vc andava sumida até do seu blog!

Pensei numa alternativa para vc. Vire o seu pallet vazado de cabeça para baixo e bata com um prego algumas tábuas dessa madeira que vcs já têm aí na sua casa. Vai tapar os buracos e, cobrindo com a lona-pano de sempre, ninguém vê a diferença.

Bjs :-)

Dobra e Desdobra disse...

Adorei a idéia tenho 3 cachorros também resgatados e se parecem com as suas, aqui temos 2 meninos e 1 muleque, vou copiar a idéia pois eles dormem num colchão dentro da lavanderia e semana passada estavam os 3 com tosse canis, agora já estão bem, bjooos.
Thasi

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Thasi, eu pintei de verde bandeira (ou verde folha como prefere o fabricante) e ficou melhor ainda. Faz em casa sim, é uma mão na roda, vai durar anos, sai de graça e demanda zero manutenção.
Fui no teu blog, lindo seu trabalho com papel!
Abs,
Carol