sábado, 26 de fevereiro de 2011

Jóias são insustentáveis: Serra Pelada e os Diamantes de sangue


A imagem abaixo da campanha "There´s nothing romantic about a toxic gold mine" é do Story of Stuff e ilustra bem o "antes e depois" de uma região de mineração.




Nas postagens sobre Natal e Dia dos Namorados sustentáveis, abordei como jóias não são presentes sustentáveis e mantenho a posição deixando mais links e informações:

Presentes mais caros como jóias são válidos e fazem parte da tradição de muitas famílias e casais. Eu não estimulo a compra de uma jóia nova, afinal todo processo mineratório é extremamente poluente e geralmente exploratório aos trabalhadores envolvidos. Mas ganhar uma jóia de família é muito sofisticado e demonstra que não existe a menor intenção de romper o vínculo. Se não for o caso de a família ter jóias, há inúmeros leilões de jóias antigas ou mesmo penhoradas, onde as peças são encontradas inclusive a preço mais baixo. Alguns homens podem sonhar com abotoaduras em ouro e acharem diferente participar de um leilão onde serão presenteados.

As joalherias tradicionais já desenvolvem embalagens ambientalmente corretas em materiais reciclados com design e premiadas. Ainda no Dia dos Namorados sustentável, ensino a confeccionar embalagens para presentes que não agridem o meio ambiente a partir de materiais reciclados, como o furoshiki, e mesmo uma caixa antiga de madeira, estilo porta jóias, serve para embalar a jóia de família.


A mineração devasta em todas as escalas, sendo para prospecção de petróleo e gás, ou pedras e metais preciosos. Serra Pelada é o maior exemplo nacional de interação homem x entorno equivocada, onde havia uma serra, hoje há um "lago" com 100m de profundidade. Até hoje, existem áreas irrecuperáveis pelo excesso de chumbo e mercúrio usados nos garimpos, além das centenas de vítimas de acidentes de trabalho à margem de estatísticas oficiais e devidas indenizações, alem de zonas de prostituição abandonadas e as muitas meninas que foram comercializadas e vendidas.





Ouro: a mineração de ouro também está ligada ao trabalho infantil forçado e utiliza produtos químicos tóxicos, incluindo mercúrio e cianeto, criando enormes quantidades de resíduos perigosos. O processo de mineração de ouro para fazer um anel deixa mais de 20 toneladas de lixo para trás! O ouro é extraído principalmente da África, Ásia e Américas, e mais da metade de todo o ouro extraído, vêm de terras indígenas. Cerca de 80 por cento de ouro extraído é usado em jóias, E o Dia dos Namorados é um horário nobre onde é dito para demonstrarmos o nosso amor, enquanto o custo real do ouro é mantido fora da vista e da mente.

Diamantes: Desde que o filme de Blood Diamonds foi lançado, houve uma consciência crescente sobre a relação entre os diamantes e os conflitos violentos e violações dos direitos humanos. Os "Diamantes de sangue" têm financiado brutais conflitos na Libéria, Serra Leoa, Angola, República Democrática do Congo e a Costa do Marfim, que resultaram na morte e no deslocamento de milhões de pessoas, os refugiados ambientais. O processo internacional criado para controlar e assegurar fontes de diamantes sem conflitos, até agora tem sido ineficaz


Sebastião Salgado, provavelmente o mais respeitado fotógrafo brasileiro vivo, fez um ensaio emblemático sobre Serra Pelada à época da mineração, que segue parcialmente abaixo:














Mais informação:

2 comentários:

Mariana MT disse...

Adorei esta postagem. Infelizmente nossa espécie associa amor a presentes...e quanto mais caros eles forem, maior parece ser o amor...Enfim...mais um capítulo torto de um livro que estamos escrevendo errado desde que nos tornamos sapiens...

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Jóias de família são muito bacanas, já foi tradição usar a aliança que foi da avó, mãe e afins.
O próprio Príncipe Willian deu a aliança que foi da falecida mãe de presente de noivado para a futura esposa.